spot_img
spot_img

Brasileira assassinada no garimpo era paraense e casada; veja os detalhes

Confira as informações do perfil da vitima no Facebook

Atualizado há

PARAMARIBO – A tragédia que abalou a comunidade garimpeira no Suriname e Guiana teve mais uma atualização nas últimas horas. A vítima, identificada como Valda Lima, era natural de Altamira, no Estado do Pará, e se anunciava como “casada” em seu perfil no Facebook. (ver foto acima).

O crime

O crime, ocorrido em circunstâncias ainda obscuras, teve características de premeditação. Um compatriota invadiu o garimpo, desencadeando um assalto seguido por tiros indiscriminados que atingiram diversas pessoas no local.

- Publicidade -

Valda, infelizmente, foi alvo de dois tiros fatais. Testemunhas relatam que a vítima, devido a queimaduras nos pés, não conseguiu escapar da violência perpetrada. Após o ataque, o agressor fugiu para a mata, carregando consigo uma arma de fogo e, conforme informações, aproximadamente 200 munições.

Em um áudio subsequente, uma testemunha revelou que o criminoso tinha a intenção de assassinar dois outros brasileiros, identificados como Marcelo e Márcio. O motivo estaria relacionado à descoberta de uma significativa quantidade de ouro no garimpo, estimada em mais de 4 quilos. Os garimpeiros estavam concluindo a extração na última vala quando o ataque ocorreu. Testemunhas afirmam que o agressor buscava eliminar os sócios para apropriação do lucro oriundo do ouro.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: