spot_img
spot_img

Brasil doa ao Suriname o maior lote de vacinas e medicamentos já recebidos pelo país

Além das autoridades diplomáticas, o Chefe do Programa Nacional de Imunização, Dr. Richard Kartomo, também esteve presente na cerimônia

Atualizado há

- Publicidade -

PARAMARIBO – Em um gesto de solidariedade e cooperação, o Brasil entregou ao Suriname um expressivo lote de vacinas e medicamentos. O Embaixador do Brasil no Suriname, Raphael Azeredo, conduziu a entrega desse significativo auxílio, composto por 225.750 doses de diversas vacinas essenciais, 60.000 doses de diluentes para vacinas e 210.180 comprimidos antirretrovirais para o tratamento do HIV.

Esta doação marca um marco na relação entre os dois países, representando a maior contribuição já recebida pelo governo surinamês de um parceiro internacional. O Ministro da Saúde do Suriname, Amar Ramadhin, recebeu calorosamente o Embaixador Azeredo, destacando a importância dessa colaboração para a saúde e o bem-estar de suas populações. Ramadhin expressou profunda gratidão pela doação do Brasil, afirmando que suprirá todas as demandas do país amazônico nos próximos dois anos.

Além das autoridades diplomáticas, o Chefe do Programa Nacional de Imunização, Dr. Richard Kartomo, também esteve presente na cerimônia. Ele anunciou que parte das vacinas será destinada a uma campanha nacional de imunização, que em breve será lançada nas escolas públicas. As doses serão distribuídas tanto na capital, Paramaribo, quanto no interior do Suriname, beneficiando não apenas os cidadãos surinameses, mas também a comunidade brasileira que reside no país.

- Publicidade -

A operação humanitária foi possível graças à colaboração do Ministério da Saúde do Brasil, que disponibilizou todas as vacinas e medicamentos doados. A Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores coordenou a doação, com o apoio da Embaixada do Brasil em Paramaribo e do Escritório de Representação do Itamaraty em São Paulo (ERESP).

Desde 2006, o Brasil tem mantido uma sólida parceria com o Suriname em iniciativas de cooperação humanitária, especialmente na área da saúde. Projetos de assistência técnica têm sido concluídos com sucesso, abordando questões como doença de Chagas, leishmaniose, malária e prevenção da transmissão vertical de sífilis e HIV. Além disso, um novo projeto está em fase de implementação, visando fortalecer a vigilância em saúde das doenças de transmissão vetorial.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: