A Associação de Banqueiros Surinameses (SBV) não está feliz com a desvalorização da moeda do Suriname.

A associação diz que se o governo não tomar uma série de medidas em parceria com os banqueiros pode perder completamente a oportunidade de alcançar as metas financeiras que já estavam estabelecidas com a autoridade monetária do país. A Associação de banqueiros do Suriname alertou muitas vezes publicamente que a desvalorização da moeda não serviria como solução para a crise econômica que o Suriname enfrenta na atualidade e que se esta medida fosse tomada deveria ser aplicada com outras medidas essenciais de apoio e não como foi colocada em prática pelo governo.

Publicidade

De acordo com o presidente do SBV, Sigmund Proeve, o governo tem insistido repetidamente em usar as reservas monetárias e não quer reduzir despesas como meio racional para equilibrar as contas.

O presidente do SBV disse ainda que o governo não tem buscado o caminho do dialogo com o conselho do SBV para encontrar os melhores caminhos para solucionar os problemas financeiros e que os preços internacionais do petróleo, a queda no valor da bauxita no mercado internacional em combinação com uma política de custos desproporcionais empurrou o Suriname para a atual crise econômica.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar