Para que consiga receber de volta os empréstimos concedidos aos agricultores de arroz, o banco está tomando medidas drásticas.

Propriedades de agricultores, tais como máquinas agrícolas e terras estão sendo tomadas e vendidas pelo banco.

Publicidade

Segundo o presidente da Associação de produtores de arroz no Suriname (SPBA), os agricultores não sabem mais o que fazer.

Segundo o presidente, alguns bancos agiram sem ordem judicial e tomaram as colheitas de alguns produtores de arroz. O banco também está fazendo a apreensão  de grandes quantidades de fardos de arroz.

A associação (SPBA) quer uma reunião com o presidente da Associação de Banqueiros do Suriname, Sigmund Proeve, para solucionar a situação, que estar causando prejuízo aos agricultores de arroz.

O diretor do ministério da agricultura (LVV)  não tem conhecimento desta situação, e também porque esse é um acordo entre os agricultores e o Banco.

O presidente da Associação (SPBA), disse que os agricultores nas últimas quatro temporadas tiveram péssimos lucros por causa do baixo preço do arroz, e com este resultado eles não conseguiram cumprir as suas obrigações financeiras com os bancos.

A ajuda concedida pelo Ministério de 480 Srd  não é suficiente pois os agricultores usam uma parte desse dinheiro para pagar as dividas e a outra parte para comprar sementes, de acordo com Oemraw.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar