Garimpeiros se recusam a sair do local de trabalho designado pelo governo.

A unidade mista composta por membros da polícia local,  Exército Nacional e a comissão de planejamento do sector de ouro agiu contra os garimpeiros ilegais na área de Romapit no distrito de Brokopondo. Informou o departamento de relações públicas do Corpo de Polícia do Suriname  nesta quarta-feira, 25 de março.
O local onde os garimpeiros ilegais desenvolvem atividades fica na área de concessão da exploração de ouro multinacional canadense IAMGOLD, proprietária da mina de ouro Rosebel. Os garimpeiros foram repetidamente avisados para deixar a área e ir para uma área concedida pelo governo, mas os garimpeiros se recusam a sair e por isso agora as autoridades competentes estão agindo com rigor contra esses garimpeiros que insistem em desobedecer a ordem judicial.
Há sete garimpeiros ilegais presos. Após denúncia, seis das sete pessoas foram detidas sob mandato de um promotor auxiliar. Máquinas também foram apreendidas incluindo, duas escavadeiras, quatro moinhos e um caminhão.
No final do dia o proprietário do caminhão e de uma das escavadeiras solicitou para a polícia a liberação dos bens confiscados, mas o proprietário dos bens também foi preso e está sob custódia da polícia. Os garimpeiros foram presos acusados de violação da Lei de Mineração.
A Polícia está investigando o caso de cada um dos sete garimpeiros presos e estará divulgando mais informações sobre este caso.
Deixe seu comentário abaixo.

Publicidade

Comentar

Comentar