O Banco Central do Suriname (CBvS) emitiu um comunicado alertando os cidadãos quanto a circulação de notas falsas de SRD.

De acordo com o comunicado emitido na segunda-feira (26), notas falsas de SRD 50 voltaram a ser identificadas no comércio.

Publicidade

“A investigação mostrou que estas notas foram “branqueadas” por meio da utilização de agentes químicos”, informou o Banco Central do Suriname (CBvS) por meio de um comunicado de imprensa. Estas cédulas de valor menor, uma vez branqueadas, recebem a impressão de uma nota de SRD 50 e então são passadas no comércio pelos falsários misturadas a notas verdadeiras.

“Todas as características das notas verdadeiras de SRD 50 estão listados no site do CBvS”, adverte o banco. Aliás, não é a primeira vez que notas falsas de SRD 50 estão em circulação e o banco relata que já foram feitos esforços anteriores para prender os falsificadores e tirar de circulação as notas falsas de SRD.

Falsificar, fabricando ou alterando, moeda metálica ou papel-moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime. Nas mesmas penas incorre quem, por conta própria ou alheia, importa ou exporta, adquire, vende, troca, cede, empresta, guarda ou introduz na circulação moeda falsa. Quem, tendo recebido de boa-fé, como verdadeira, moeda falsa ou alterada, a restitui à circulação, depois de conhecer a falsidade, também será responsabilizado por isso perante a lei.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar