spot_img
spot_img

Atirador de elite pede permissão para disparar em suspeito durante jogo no Itaquerão

Atualizado há

SSP admite que houve um erro no esquema de segurança perto da tribuna das autoridades.

Um atirador de elite chegou a pedir autorização para disparar durante o jogo entre Brasil e Croácia, na abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, no Itaquerão, na zona leste de São Paulo. A informação foi confirmada pela SSP (Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo).

A suspeita foi levantada por um atirador do GER (Grupo Especial de Resgate) da Polícia Civil e o caso ainda é investigado. Ele viu um homem com a roupa de um policial do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) da Polícia Militar em uma área de acesso proibido, na qual estavam a presidente Dilma Rousseff, chefes de Estado e autoridades da Fifa.

- Publicidade -

A PM (Polícia Militar) alegou que o policial tinha autorização de superiores para apurar uma ameaça de bomba que acabou não se confirmando. A informação foi passada para a sala de comando e causou transtornos no dia da abertura do Mundial por causa da presença de autoridades. O secretário de segurança acabou se pronunciando. A SSP informou, em nota, “que, no episódio em questão, houve um erro de comunicação que foi rapidamente sanado, sem maiores consequências”.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: R7

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: