Explosão foi perto do prédio do Ministério de Relações Exteriores. Esquadrão antibombas está vasculhando a região por novos explosivos.

Dois policiais morreram neste domingo (21) após a explosão de uma bomba em um posto policial perto do Ministério de Relações Exteriores do Egito, no centro do Cairo, disseram à Agência EFE fontes de segurança.

Publicidade

Segundo um comunicado do Ministério do Interior do Egito, os mortos são Khaled Saafan e Mohamed abu Saría, da direção da Segurança do Cairo.

A bomba explodiu perto da avenida 26 de julho e da mesquita de Sultan Hassan abu Laela, ao lado da sede do Ministério, o que causou também ferimentos a outros seis policiais e um civil.

Uma fonte do Ministério do Interior disse à agência estatal de notícias “Mena” que os feridos foram levados ao hospital do bairro de Aguza e que o esquadrão antibombas está vasculhando a região para se assegurar de que não há mais explosivos.

A onda de choque da explosão fez com que várias galhos das árvores caíssem sobre os veículos estacionados na área, que foi fechada ao trânsito enquanto a Polícia realiza as investigações.

Uma fonte das Relações Exteriores explicou à EFE que o prédio do Ministério não sofreu danos materiais. Na área também há algumas escolas, onde os alunos começaram hoje o ano letivo, como no resto do país.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: EFE

Comentar

Comentar