spot_img
spot_img

Associação de TIC realiza reunião com o presidente Santokhi

Presidente Santokhi foi informado por Bishesar sobre os problemas enfrentados pelo setor de TIC devido à atual situação econômica.

Atualizado há

Na segunda-feira (13), a Associação de TIC, foi uma das quatro organizações convidadas para o diálogo nacional, em apresentação realizada por Nilesh Bishesar, em nome da associação. O ministro Riad Nurmohamed e Prewien Ramadhin também estiveram presentes em nome do e-Gov. 

O Presidente Santokhi foi informado por Bishesar sobre os problemas enfrentados pelo setor de TIC devido à atual situação econômica. Foi indicado que o curso instável tem um efeito inibidor. “O empreendedor precisa de um rumo estável, senão fica difícil planejar”, ​​diz Bishesar. Os insumos para o setor estão atrelados a um componente em dólar. A comunidade empresarial do Suriname também quer investir menos em automação, porque a economia é muito vulnerável. Porque a situação econômica não oferece boas perspectivas, o setor de TIC também está sofrendo com a perda de gestão. Segundo Bishesar, tanto o empresariado quanto o país estão perdendo volume de negócios e conhecimento com isso.

Além de tudo isso, segundo Bishesar, também há coisas positivas. Ele acredita que o setor de TIC também pode crescer no Suriname, assim como os call centers. O especialista fala em frutos baixos no setor. Segundo ele, o setor de TIC está pronto para atender clientes estrangeiros. “As empresas são certificadas internacionalmente e os funcionários são qualificados”, diz Bishesar. Ele diz que energia e internet são as únicas facilidades de que o setor precisa para prestar serviços no exterior, a exemplo dos call centers. “É um setor com o qual se pode ganhar dinheiro muito rapidamente para o Suriname”.

- Publicidade -

Segundo Bishesar, será preciso buscar sinergias: em vez de tirar esse arcabouço do setor, ele prefere ver a cooperação para colher os frutos. O presidente Santokhi foi solicitado a entrar em uma discussão com a Holanda em nível diplomático de que o Suriname não será esvaziado de estruturas, mas que haverá cooperação. Também foi proposto que a educação em TIC também deve ser implementada na universidade. Bishesar indicou que a Índia, que foi visitada pelo presidente Santokhi no início deste ano, fez das TIC sua arte. Ele também vê o Suriname desenvolvendo seu setor de TIC de acordo com esses contornos. O especialista fala de um setor com grande potencial de divisas e empregos.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App