spot_img
spot_img

Apos agredir Ana Hickman, marido da apresentadora seca conta bancária

É importante ressaltar que a cobrança da Caixa Econômica Federal está direcionada exclusivamente a Alexandre Correa, não envolvendo Ana Hickmann ou suas empresas.

Atualizado há

SÃO PAULO – O empresário Alexandre Correa, conhecido por ser o esposo da apresentadora Ana Hickmann, encontra-se no centro de uma crise financeira que vem comprometendo não apenas suas finanças pessoais, mas também a estabilidade do casamento. Segundo informações do portal Splash, do UOL, Correa sacou impressionantes 99,6% do limite do cheque especial, totalizando R$ 300 mil, em apenas dois dias após abrir uma conta na Caixa Econômica Federal.

Em um curto período de 21 dias após a abertura da conta, Correa utilizou todo o limite de dois cartões de crédito, somando R$ 200 mil, supostamente para quitar dívidas acumuladas. Entretanto, o portal destaca que apenas parte dos juros foi quitada, levando-o agora a enfrentar um processo movido pelo banco federal que cobra a quantia de R$ 682 mil.

A crise financeira do casal não é um fenômeno recente, conforme revela uma petição protocolada pelo Banco Safra em outubro, indicando que as dívidas já atingem a marca de R$ 14,6 milhões. Correa, administrador dos bens e da marca de Ana Hickmann, possui histórico de empréstimos lastreados por imóveis que remontam à década passada.

- Publicidade -

A situação tornou-se mais delicada a partir de 2021, especialmente durante a pandemia, atingindo um ponto crítico em junho deste ano. Bancos agora buscam na Justiça o pagamento de R$ 7,5 milhões por falta de cumprimento de empréstimos contraídos entre setembro de 2021 e junho deste ano. No entanto, a dívida total do casal é ainda mais expressiva.

É importante ressaltar que a cobrança da Caixa Econômica Federal está direcionada exclusivamente a Alexandre Correa, não envolvendo Ana Hickmann ou suas empresas.

Para o UOL, o rápido esgotamento do montante de R$ 500 mil, utilizado em setembro do ano passado em um período de apenas 21 dias, sugere que a conta foi aberta com o intuito específico de quitar dívidas. Os cartões fornecidos pela Caixa, com limites de R$ 185 mil e R$ 15 mil, foram rapidamente utilizados, sendo que, em um único dia, 97% do limite do primeiro cartão foram empregados para quitar uma dívida.

Apesar de ter quitado parte da dívida nos meses subsequentes, Correa deixou de honrar seus compromissos em 2023, resultando na ação movida pela Caixa em junho. Embora o processo tenha sido declarado extinto, existe a possibilidade de retomada caso o banco decida recorrer.

Procurados por meio de sua assessoria, Alexandre Correa e Ana Hickmann têm mantido silêncio sobre sua situação financeira. Em declaração ao UOL, Correa negou que a crise conjugal tenha sido motivada pelas dívidas milionárias. O desenrolar dessa narrativa financeira tumultuada continua a atrair a atenção da mídia e do público.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App