Foto: Maksuel Martins/GEA

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) do Amapá confirmou nesta sexta-feira (22) os dois primeiros casos registrados da variante delta do novo coronavírus no município de Oiapoque, na fronteira do Brasil com a Guiana Francesa. Com os registros, o estado chega a 13, sendo outros 8 em Macapá e 3 em Santana, na Região Metropolitana.

A confirmação dos casos da delta acontece no momento em que Oiapoque registra alta na incidência de casos e a Guiana Francesa vive uma nova onda de Covid-19, inclusive com lockdown em algumas cidades, como Kourou. Oiapoque, que concentra apenas 3% da população do Amapá, registrou entre 3 e 10 de outubro quase 70% de todos os novos casos de infectados pelo coronavírus de todo o estado.

Publicidade

Desde então, a cidade recebeu ações de controle realizadas pela SVS que incluem testagem e vacinação em massa no município, que está com baixos índices de cobertura vacinal: 38% da população tomou a 1ª dose e somente 18% completou o ciclo vacinal. Ainda segundo a SVS, cerca de 140 casos de infectados são investigados na cidade.

A diretora-executiva de Vigilância em Saúde do Amapá, Iracilda Costa, declarou que a suspeita é que os casos da delta tenham acontecido em virtude da circulação de pessoas na fronteira com a Guiana Francesa, que mesmo fechada, tem tráfego clandestino. “A ponte está fechada mas existe um traslado dos catraieiros [barqueiros] de lá para cá. Agora vamos monitorar esses casos e chamar a população, porque a população precisa usar máscara, manter o distanciamento social e tomar a vacina”, declarou.

Comentar

Comentar