spot_img
spot_img

Ameaçadas, mulheres combatentes prometem matar o maior número possível de radicais do Estado Islâmico

Atualizado há

- Publicidade -

Membros do grupo ameaçaram capturar e casar a força as mulheres das forças curdas.

Membros do grupo radical EI (Estado Islâmico) ameaçaram as mulheres combatentes das forças curdas peshmerga dizendo que iriam captura-las e casá-la a força. Em resposta, as militares prometeram matar o maior número possível de radicais.

Em entrevista exclusiva ao tabloide britânico Daily Mail, a coronel Nahida Ahmad Rashid, comandante do 2º Batalhão Feminino Peshmerga, disse que os jihadistas estão “revoltados” com as combatentes.
A mensagem dizia que sempre que eles capturarem uma mulher peshmerga, vão casar com ela.

- Publicidade -

A coronel revelou que pediu as combatentes que tenham sempre uma bala separada para o caso de elas se encontrarem em uma situação de captura sem escapatória.
Eu nunca iria querer que qualquer uma delas fosse capturada pelo EI.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: R7

 

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: