Sergio Akiemboto, novo Ministro dos Recursos Naturais (NH), ontem, 16 de maio, expressou durante sua nomeação um pesar, que também pareceu um esclarecimento, sobre incidente ocorrido entre ele e sua esposa há 10 anos atrás.

PUBLICIDADE

Ele indicou que, há 10 anos, em um momento de ânimos consternados ele acabou agredido sua esposa. A mulher prestou queixa e ele foi convocado pela polícia para interrogatório, sendo liberado na sequência. Porém, ele e sua esposa se perdoaram e agora são casados. No entanto, ele achou necessário, ontem, pedir novamente desculpas a todo o povo surinamês pelo erro que cometeu.

“Alguém que deseja servir o povo surinamês deve ser aberto e honesto”, disse Akiemboto. Ele mesmo levantou a questão porque acredita que a mesma não deve ser usado contra ele em sua posição como ministro. O incidente foi, em parte, a razão pela qual ele anteriormente se recusou a aceitar o ministério. Desta vez ele aceitou o desafio com o apoio de sua esposa.

O Presidente Desi Bouterse apresentou Akiemboto como uma figura de exemplo para os jovens. Com sua honestidade, ele mais uma vez provou ser um exemplo, de acordo com o presidente.

Foto: Luiz Paulo