spot_img
spot_img

Ainda não se sabe qual melhor forma de escovar os dentes

Atualizado há

Estudo britânico revela que profissionais, associações e marcas de produtos dentais recomendam diferentes formas de higienização oral.

Como e quantas vezes devemos escovar os dentes por dia? Se você não sabe, não precisa ficar sem jeito. Segundo um estudo publicado pelo British Dental Journal, nem os dentistas entram em um consenso sobre qual a forma mais eficiente de higienizar a boca.

A pesquisa, feita por cientistas da Universidade College London, avaliou as recomendações dadas por dentistas, livros, associações odontológicas e fabricantes de pastas de dente de dez países diferentes, entre eles Estados Unidos, Japão, Inglaterra e Brasil. O resultado mostrou que não existe um consenso entre os entrevistados sobre como a higienização da boca deve ser feita e, portanto, é bem possível que a população também não saiba como cuidar corretamente de seus dentes.

Para John Wainwright, dentista que participou da pesquisa, a falta de concordância entre os profissionais da odontologia preocupa e pode até prejudicar a credibilidade da classe. “O que eu sinto é que precisamos de uma melhor investigação sobre o que é mais fácil de aprender, mais eficaz e mais seguro para escovar os dentes”, diz o dentista ao jornal britânico.

John revelou que aconselha seus pacientes a focar na escovação das áreas em que a placa bacteriana se concentra com mais facilidade, ou seja, nas superfícies de mastigação e onde os dentes e as gengivas se encontram. Mas, segundo a pesquisa, a técnica mais recomendada foi o clássico vai-e-vem com a posição da escova em 45 graus, sempre de forma simples e suave para que todas as bactérias possam se soltar dos dentes sem agredir a gengiva. No entanto, não há nenhuma evidência de que esse seja o jeito mais eficiente de limpar a boca.

Para Marcela Encinas, dentista da Sorridents, mais do que a técnica, é preciso dedicar tempo e ficar atentos a todos os passos de uma boa higienização além da escova. “Antes de iniciar a escovação, o ideal seria realizar um bochecho com água para eliminar os resíduos mais grosseiros. Em seguida, deve-se passar o fio dental para remover os restos de alimentos interdentais, e só depois escovar os dentes. Para realizarmos todas essas etapas precisamos de 5 a 10 minutos de dedicação”, diz a especialista.

Antes ou depois de comer
Até na hora de saber quando devemos escovar os dentes, as opiniões se dividem. Dependendo do que se come, alguns especialistas indicam que a escovação seja feita antes da refeição ou meia hora depois dela. “Acredito que, no caso dos alimentos ácidos como abacaxi ou limão, o ideal mesmo é que a escovação aconteça meia hora após o consumo para evitar a erosão dentária”, diz William Frossard, professor e coordenador do curso de especialização em Prótese Dentária da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Já Marcela defende que a escovação deve ser feita logo depois de comer. “O ideal seria escovarmos sempre após nos alimentarmos, porém sabemos que no dia-a-dia seria impossível realizarmos com regularidade. Desta forma devemos escovar pelo menos 3 vezes ao dia, sempre dando preferência na escovação noturna, pois sabemos que o fluxo salivar diminui deixando nossos dentes mais desprotegidos nesse período”, diz a especialista.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Terra

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App