O Ministério da Saúde informa a possibilidade de realização de registro para receber o auxilio alimentação infantil, após vários relatórios de pais que não receberam comida para bebês ou não se qualificaram após o registro. O ministério quer enfatizar que existe um procedimento para qualificar-se para receber o auxílio à alimentação infantil.

Após o registro, começa o processo de verificação e condições para determinar se o individuo é elegível para o auxilio. 

O processo inteiro pode levar de 1 a 2 meses até que a comida para bebê esteja disponível. As políticas RGD cuidam da distribuição para que os pais sejam informados. Caso o registo tenha sido quando o bebé tinha 8 ou 9 meses, porém a papinha só ficou disponível quando o após o bebé completar 1 ano, automaticamente deixa de ter direito ao auxílio.

O Ministério aconselha que o registro seja feito o mais cedo possível.

Comentar

Comentar