Se tudo ocorrer de acordo com o plano, 32 mil famílias, no distrito de Commewijne terão água suficiente a partir de 2018.

Após três anos de preparação, o governo finalmente permitirá que a água do rio seja tratada e distribuída para consumo no distrito.

Publicidade

O acordo com o governo do Suriname permitirá que a empresa belga “De Watergroep” construa a estação de tratamento que vai realizar o sonho dos moradores do distrito de Commewijne de ter água potável em suas torneiras. “Esperamos entregar o projeto pronto em fevereiro de 2018”, disse Marlon Oosterling, diretor-geral da Surinaamsche Waterleiding Maatschappij (SWM) para a imprensa na sexta-feira, 29 de setembro.

A SWM assinou um acordo com a empresa belga, que investirá 6,8 milhões de euros em uma estação de tratamento de água. O acordo também foi assinado pelos ministros Gillmore Hoefdraad, das Finanças e Regilio Dodson, dos Recursos Naturais.

Gillmore Hoefdraad – Ministro das Finanças (Foto: Luiz Paulo)

“Foi um empréstimo muito favorável”, disse Hoefdraad. O prazo de pagamento é de dez anos e a taxa de juros é de três por cento. Após a conclusão da obra, o governo pagará mensalmente 68 mil euros em um prazo de dez anos. De acordo com o ministro, a escassez de água no distrito será resolvida para sempre. Além disso, o governo não precisará gastar mais dinheiro com o transporte de água para o distrito que atualmente é abastecido por meio de caminhões pipa.

Oosterling salientou que a estação de tratamento de água, que estará no rio Suriname, produzirá pelo menos meio milhão de litros de água por hora. “Juntamente com o fornecimento existente de Meerzorg, que fornece água de nascente, haverá no mínimo 800 metros cúbicos de água por hora disponíveis em Commewijne que será suficiente para atender a necessidade de todos os moradores do distrito.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar