Um acidente com um guindaste na Grande Mesquita, na cidade sagrada de Meca, matou pelo menos 65 pessoas, disseram autoridades da Arábia Saudita. A tragédia ocorre dias antes do início da peregrinação anual do Hajj, quando dois milhões de turistas religiosos devem seguir até o país. Vários vídeos e fotografias divulgados nas redes sociais mostram vários corpos ensanguentados estendidos no chão da mesquita, que estava muito movimentada, como é habitual, no momento do acidente.

Outras 30 pessoas ficaram feridas, segundo a Defesa Civil saudita. A cidade de Meca foi castigada nos últimos dias por fortes tempestades acompanhadas de vento, o que poderia ter provocado o acidente. As autoridades formaram uma comissão para investigar a queda do guindaste.

A peregrinação a Meca é um dos cinco pilares do Islã, junto à ‘shahada’ (profissão de fé), a esmola, a oração, e o jejum no mês do Ramadã. A Grande Mesquita é o local que abriga a Caaba, a ‘Pedra Negra’ que é a principal relíquia do Islã. O templo está passando por uma grande reforma e o governo saudita quer expandir a área para receber mais turistas e modernizar instalações do entorno.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Veja

Comentar

Comentar