O Estado e a multinacional ”Alcoa” decidiram adiar todos os interesses da empresa no Suriname. A intenção era comprar a aquisição até 1 de Julho, mas as partes ainda não foram capazes de chegar a um acordo.

ALCOA ALUMINIUM SMELTER GEELONGEm um comunicado conjunto, o Estado e a ”Alcoa” falaram que um progresso está sendo feito. Até o final deste ano, as partes esperam assinar um acordo inicial sobre a aquisição até o dia 01 de Agosto.

Publicidade

Se trata da refinaria de alumínio em Paranan, a usina hidrelétrica em Afobaka e algumas áreas de mineração e áreas de concessão da Suralco, subsidiária da empresa ”Alcoa”.

barragem afobaka SurinameA empresa ”Suralco”, é a indústria que desenvolveu a bauxita no Suriname, já foi a empresa mais importante no Suriname e a bauxita era literalmente o que levantava a economia do país.

No entanto, este sector não têm mais nenhum valor para o Suriname e em vez disso, causa vários custos para o Estado manter o setor de bauxita vivo.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar