Brasileiro que trabalhava no garimpo da Guiana Francesa foi morto em assalto

Brasileiro que trabalhava no garimpo da Guiana Francesa foi morto em assalto

Uma quadrilha de assaltantes, na noite do último sábado (17), invadiu a casa do garimpeiro no bairro Brasil Novo, zona norte de Macapá.

De acordo com uma testemunha que estava na casa, seis pessoas, festejavam o retorno do garimpeiro Manoel Rodrigues da Silva, de 44 anos de idade, que há vários meses trabalhava em um garimpo na Guiana Francesa, quando foram surpreendidos pelos bandidos.

A ação criminosa ocorreu por volta de 22h na avenida Perobal, esquina com a rua Goiabeira, onde os bandidos  armados invadiram o endereço e mataram o proprietário do imóvel, que estava se confraternizando com familiares.

Segundo uma testemunha, a ação criminosa começou quando um cão de guarda da casa latiu. A testemunha contou que chegou perto do portão da frente e já se deparou com os suspeitos armados invadindo a propriedade.

“Neste momento, os assaltantes começaram a pedir tudo de valor que a gente tinha, o tempo todo ameaçando atirar e matar a gente”, relatou a testemunha que levou um tiro de raspão na cabeça. Ainda segundo relato da testemunha, enquanto se fingia de morta, escutou outro tiro, na direção da frente da casa. Foi o tiro fatal que ceifou a vida do garimpeiro Manoel.

O perito criminal que analisou a cena do crime, suspeita que os bandidos planejaram o crime, em razão dos níveis de segurança que o imóvel oferece: muro alto e fortes grades.

Fonte/Foto: selesnafes

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar