Publicidade

A Covax Facilitiy anunciou, no último dia 29 de janeiro, que o Suriname está elegível para receber 79.200 doses da vacina AstraZeneca ainda no primeiro semestre de 2021, o que representa mais de 10% da população do país. O governo explicou que o procedimento depende da disponibilidade de entrega e distribuição do imunizante.

Conforme adiantou a reportagem do LPM News, as primeiras doses, no entanto, cerca de 25 mil, devem chegar a Paramaribo ainda em fevereiro. “É importante notar que a vacina AstraZeneca está muito avançada na obtenção de Autorização de Emergência da OMS. A Covax indica ainda que o Suriname apresentou documentos suficientes”, disse o governo em comunicado.

Publicidade

Devido ao quantitativo limitado disponível, o Suriname acabou ficando de fora da listagem, entre 72 países, que estavam aguardando a vacina da Pfizer. Apenas 18 foram contemplados e nenhuma nação caribenha está entre eles. “Covax indica na correspondência que o risco de transmissão e a taxa de mortalidade contribuíram para a seleção”, explicou.

Comentar

Comentar