Amar Ramadhin — Foto: LPM News
Publicidade

Como forma de incentivo, o ministro da saúde do Suriname, Amar Ramadhin, foi um dos primeiros a ser vacinado nesta terça-feira, dia 23, quando começou oficialmente a imunização no país. Além dele, os profissionais da linha de frente no combate a Covid-19 estão recebendo a primeira dose da AstraZeneca.

“Com a aplicação da primeira vacina, deu-se o início da campanha de vacinação nas dependências do Hospital Acadêmico de Paramaribo (AZP). Os primeiros vinte surinameses foram hoje injetados contra o vírus Covid-19”, comentou Ramadhin após tomar a vacina.

Publicidade

O ministro indicou que o governo trabalha “constantemente para melhorar a disponibilidade da vacina. Vários canais estão tentando obter doses suficientes para fornecer à população em quantidades suficientes. Esse processo é muito importante para salvaguardar a saúde da sociedade”, completou.

Médico, Stephen Vreden diz que ser compreensível os cidadãos não se acostumarem com o uso de máscaras. “A vacina se destina muito mais do que isso, entre outras coisas, para evitar que nossos entes queridos sejam roubados de nós pelo vírus. É importante todos tomarem”, concluiu.

Comentar

Comentar