A Espanha registrou nas últimas 24 horas 510 mortes provocadas pelo novo coronavírus, o menor balanço em 19 dias. Esse foi o terceiro dia consecutivo de queda, segundo informou o Ministério da Saúde espanhol neste sábado (11). O país, que é o segundo com maior número de mortes na Europa, já tem mais de 161,8 mil infectados e 15,8 mil mortos por causa da Covid-19, a doença provocada pelo Sars-Cov-2.

Os Estados Unidos já registraram mais de meio milhão de casos de infecção pelo novo coronavírus e estão prestes a se tornar o país com mais mortes causadas pela Covid-19 em todo o mundo. Na sexta (10), o país bateu um novo recorde e se tornou o primeiro a registrar mais de 2 mil mortes em um período de 24 horas.

Publicidade

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, pediu durante uma reunião da força-tarefa nacional que os japoneses não visitem bares ou boates e respeitem a orientação para que mantenham o distanciamento social.

Abe também pediu às empresas de sete prefeituras, incluindo Tóquio, que reduzam o número de pessoas que vão ao escritório em pelo menos 70% e coloquem em prática o home office. Na terça, Abe determinou estado de emergência, mas a medida não permite às autoridades impor um confinamento estrito como em outros países.

Na ocasião, o premiê alertou que o país precisa reduzir de 70 a 80% dos contatos humanos nas próximas duas semanas para reverter a tendência crescente de novos casos de coronavírus. Porém, as cidades não tiveram uma redução drástica no número de deslocamentos.

Casos pelo mundo

No Reino Unido, o primeiro ministro britânico Boris Johnson, que chegou a ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com Covid-19, continua se recuperando no hospital. O pai do primeiro ministro, Stanley Johnson, afirmou à rede de notícias BBC que o filho precisa “descansar”.

Neste sábado, foram contabilizadas mais 917 mortes, elevando para 9.875 o balanço das vítimas que não resistiram à infecção provocada pelo novo coronavírus. O governo estuda uma possível prorrogação do confinamento, inicialmente planejado para durar três semanas e com fim previsto para segunda-feira (13). No entanto, a decisão ainda não foi divulgada.

O Irã, o 8º país em número de casos do mundo, registrou 4.357 mortes de um total de 70.029 casos confirmados, desde o início da epidemia.

Passageiros da Austrália e da Nova Zelândia que deixaram o cruzeiro australiano Greg Mortimer embarcam neste sábado em avião médico com destino a Melbourne. Mais de 100 casos de coronavírus a bordo da embarcação.

O Equador registrou o maior aumento no número de infecções pelo vírus em 24 horas. O Ministério da Saúde informou que 2.196 novos casos foram registrados nesse período, elevando para 7.161 o número total de infecções. As autoridades alertam que os casos podem ter ocorrido em um período anterior, mas só foram confirmados no último balanço.

O balanço da universidade americana Johns Hopkins aponta neste sábado mais de 1,7 milhão de pessoas infectadas e mais de 103 mil mortes pelo novo coronavírus em todo o mundo. Mais de 378 mil pessoas se recuperaram da doença.

Confira os 20 países com mais casos pelo mundo, segundo dados da universidade americana Johns Hopkins neste sábado:

  1. Estados Unidos
  2. Espanha
  3. Itália
  4. França
  5. Alemanha
  6. China
  7. Reino Unido
  8. Irã
  9. Turquia
  10. Bélgica
  11. Suíça
  12. Países Baixos
  13. Canadá
  14. Brasil
  15. Portugal
  16. Áustria
  17. Rússia
  18. Israel
  19. Coreia do Sul
  20. Suécia

Fonte: G1

Foto: Pierre-Philippe Marcou / AFP

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar