Foto: Petrobras

A petroleira ExxonMobil informou que fez três novas descobertas na costa da Guiana, aumentando para quase 11 bilhões de barris equivalentes de petróleo a sua estimativa de recursos recuperáveis no bloco Stabroek. As três descobertas estão a sudeste dos desenvolvimentos de Liza e Payara e elevam para cinco as descobertas feitas pela ExxonMobil na Guiana em 2022.

Ao detalhar as descobertas, a petroleira disse que o poço Barreleye-1 encontrou aproximadamente 70 metros de arenito contendo hidrocarbonetos, sendo perfurado em 1.170 metros de água. Já a perfuração em Patwa-1 encontrou 33 metros de arenito contendo hidrocarbonetos e foi realizada em 1.925 metros de água. Por fim, o poço Lukanani-1 encontrou 35 metros de arenito contendo hidrocarbonetos, com a perfuração realizada em uma profundidade de água de 1.240 metros.

Publicidade

“Essas descobertas e a estimativa de recursos atualizada aumentam a confiança que temos em nossa ambiciosa estratégia de exploração para o Stabroek Block e ajudarão a informar nossos futuros planos de desenvolvimento para a parte sudeste do bloco”, disse o presidente da ExxonMobil Upstream Company, Liam Mallon.

Atualmente, a ExxonMobil tem quatro projetos sancionados na costa da Guiana. A fase 1 de Liza está produzindo aproximadamente 130.000 barris por dia, usando o FPSO Liza Destiny. A fase 2 de Liza, que iniciou a produção em fevereiro, está aumentando constantemente sua capacidade de 220.000 barris por dia por meio do FPSO Liza Unity.

O terceiro projeto, Payara, deverá produzir 220.000 barris por dia; a construção de seu navio de produção, o Prosperity FPSO, está sendo executada com cinco meses de trabalhos à frente do cronograma, com início provável antes do final do ano de 2023. O quarto projeto, Yellowtail, deverá produzir 250.000 barris por dia, quando o FPSO One Guyana entrar em operação, em 2025.

Comentar

Comentar