Comissionados estão tensos à espera de uma onda de demissões no novo governo.

Mais de mil funcionários comissionados somente no Palácio do Planalto estão tensos com a chegada de Michel Temer à presidência do Brasil.

Devido ao rompimento com Dilma Rousseff, enquanto ela ocupava o cargo até seu afastamento por causa do processo de impeachment, há uma enorme probabilidade de o novo presidente demitir os funcionários da gestão anterior.

Por serem funcionários do tipo DAS (Direção e Assessoramento Superior), sem órgão de origem, eles deverão ser demitidos, gerando um gasto de pelo menos R$ 5 mihões para os cofres do governo.

 Deixe seu comentário abaixo.
Fonte: R7

Comentar

Comentar