Pfizer e BioNtech
Publicidade

O Suriname vai começar a receber as primeiras vacinas da Covid-19 no começo de fevereiro, anunciou o ministro da saúde, Amar Ramadhin. O governo optou pela farmacêutica Pfizer e BioNtech. As primeiras doses serão destinadas aos profissionais da saúde.

Amar Ramadhin — Foto: Luiz Paulo

“Posso dizer que pedimos ao nosso comitê de registro de medicamentos esta semana para verificar a segurança e a aprovação da vacina Pfizer. Acabei de receber o e-mail de que a comissão de registro está dando um conselho positivo para conceder uma licença de importação”, disse.

Publicidade

Na sexta-feira passada, os resultados do que os surinameses pensam sobre as vacinas Covid-19 serão apresentados ao Ministério da Saúde. A Universidade Anton de Kom do Suriname conduziu uma pesquisa com 2.500 pessoas. “Tem havido alguns resultados interessantes”, observou o ministro.

A vacina escolhida tem 95% eficácia. Duas doses são necessárias por pessoa. Cada uma delas custa US$ 20. A Pfizer é uma vacina que deve ser armazenada a -70 graus Celsius. “Se a cadeia de frio puder ser garantida, desde a fábrica até a pessoa que você vai vacinar, não haverá problema”.

Comentar

Comentar