Conforme previsão da diretora do Ministério da Saúde, Cleopatra Jessurun, o Suriname quase triplicou o número de casos da Covid-19 em apenas duas semanas. Na sexta-feira, dia 5, quando participou de uma entrevista na Rádio LPM, o país tinha pouco mais de 80 casos. Uma semana depois, segundo o painel contador do vírus, os infectados totalizavam 187 pessoas. Atualmente são 236.

Deste montante, pelo menos 182 pessoas estão se recuperando da doença em locais do governo, seja em hospitais ou mesmo no Residence Inn. Um dos últimos boletins acusava seis pacientes em unidades de terapia intensiva em Wanica ou na unidade de St. Vincent. Este número, certamente, é maior atualmente. O número de óbitos também avançou para seis, sendo o último confirmado nesta terça, dia 16.

Publicidade

“Neste momento, como já é do conhecimento de todos, temos 82 casos positivos, sendo que lamentavelmente um paciente veio a óbito e nove pessoas foram curadas. É possível que esses números dupliquem nos próximos dias. Por isso, o Ministério da Saúde solicitou ao governo para aderir medidas mais rígidas para diminuir os contatos”, disse, à época, em entrevista à Rádio LPM.

Outro problema apontado pelo governo é a falta de recursos humanos, ou seja, pessoal da área de saúde. “A falta de recursos humanos são os enfermeiros e especialistas. É o que estamos precisando neste momento. Recentemente o governo do Suriname trouxe 50 médicos e enfermeiros cubanos para nós ajudar na luta contra o Covid-19”, disse.

Sobre a possibilidade de receber médicos de outros países além de Cuba, Cleopatra informou que esta medida não sendo estudada pelo governo. “Cuba tem sido um grande aliado do Suriname na medicina nos últimos anos. Outros médicos também seriam bem-vindos para ajudar o Suriname”, declarou a diretora, quando questionada na rádio.

Testes disponíveis

Os testes estão disponíveis em três lugares no Suriname, que são: Laboratório Central da Agência de Saúde Pública (BOG), Hospital Acadêmico e no Instituto de Medicina. “Temos muitos testes disponíveis, só que com poucos cotonetes. Temos em média 4 a 5 mil testes em estoque nos lugares que mencionei. Até o momento, já foram feito mais de 1165 testes”.

Foto: LPM News

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar