Como uma das primeiras medidas de segurança o governo suspendeu a importação de aves e produtos de aves de países afetados pela gripe aviária. 

A inspeção veterinária está tomando medidas adicionais na fiscalização de produtos de origem animal decorrente do surto de gripe aviária entre alguns países da Europa e Ásia.

Publicidade

Aves e produtos processados a base de carne de aves provenientes destas regiões onde prevalece a gripe aviária não podem ser importados. “Não há pessoal suficiente para fazer a inspeção em todos os lugares. É por isso que temos feito acordos com a polícia, alfândegas e portos, pedindo vigilância extra”, disse Gianna Karg, chefe de Inspeção Veterinária na quarta-feira, 1 de fevereiro.

A inspeção também planeja promover curso para incluir funcionários do porto na fiscalização para impedir a entrada de produtos contaminados vindo de fora do país. Gianna Karg observou que até agora nenhum caso foi detectado no Suriname.

O mundo deve se preparar de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) para uma possível pandemia de gripe.

Em 2009 e 2010, o vírus da gripe H1N1 devastou consideravelmente o mundo. Por conseguinte, a organização convida todos os países a acompanhar de perto o surto da gripe aviária em aves e humanos.

Na China, a gripe, exceto aves também fez vítimas humanas. Os sintomas da gripe das aves em humanos são febre, dor de garganta e tosse. As aves podem morrer sem quaisquer sintomas, mas também podem apresentar inchaço em alguns casos, ao longo dos lóbulos olhos e ouvidos.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar