Suriname tem os maiores impostos corporativos para pequenos negócios da América do Sul. — Foto: LPM News

De acordo com uma pesquisa feita pela empresa OnDeck, o Suriname tem as maiores taxas de impostos corporativos da América do Sul. Elas chegam a 36% ao ano em cima lucros e dividendos de pequenos negócios.

O levantamento leva em conta as taxações corporativas e analisou como as pequenas empresas são tributadas em 200 países, a partir dos requisitos especiais de impostos corporativos.

Publicidade

Para entender melhor os custos de fazer negócios em todo o mundo, a pesquisa aplicou as leis tributárias do Suriname a uma empresa modelo com receita de US$ 1 milhão, lucro de US$ 100.000 por ano, cinco a nove funcionários, de propriedade de um residente do país, e que obtém a maior parte da  receita de operações comerciais dentro do próprio Suriname.

As taxas de imposto são mais baixas no Médio Oriente e na Europa, com média de 17,9% e 16,2%, respectivamente. As cobranças mais altas estão na África e na América do Sul, com taxas médias de 27,6% e 26,1%, respectivamente; com destaque para o Suriname, que possuiu a taxa de imposto efetiva mais alta, de 36,0%. 

Comentar

Comentar