Nos dias 10 e 11 de Junho de 2015, os  Chefes de Estado da Cúpula UE- CELAC, participaram de um encontro em Bruxelas, na Bélgica, onde representantes da República do Suriname estiveram presentes.

Com o tema “Moldando o nosso futuro comum e trabalhando em conjunto para construir sociedades prósperas e sustentáveis ​​para os nossos cidadãos.” A “UE- CELAC” foi presidida pelo Presidente Rafael Correa, do Equador como presidente do CELAC 2015-2016 e os presidentes da UE, Donald Tusk do Conselho Europeu e Jean-Claude Juncker da Comissão Europeia.

Publicidade

O encontro terminou com a adoção da Declaração de Bruxelas “Uma parceria para a próxima geração” do Plano de Ação UE-CELAC  valido até 2017. A representação do Suriname fez com sucesso uma contribuição substancial para o conteúdo do documento final da União Europeia que  negocia principalmente a inclusão de questões que se relacionam diretamente com o desenvolvimento e sobrevivência do Suriname.

A declaração leva em conta a vulnerabilidade do Suriname diante  dos efeitos das alterações climáticas, o acesso mais difícil do Suriname aos fundos de desenvolvimento como um país de renda média e uma melhor cooperação com os países europeus em caso de desastres ambientais e do transporte.

Além do texto negociado pela Delegação, o Embaixador Christopher Wilfred, nas sessões plenárias realizou um poderoso discurso oficial substantivo que fez justiça ao seu anúncio como representante do Suriname com o tema: “Suriname um país pequeno, mas grande no continente.” Em seu discurso, o embaixador do Suriname destacou uma série de obstáculos que impedem a eficácia da cooperação bi-regional entre a UE e a CELAC. Estes mecanismos de financiamento não estão adaptados às realidades de desenvolvimento dos países CELAC e a oferta insuficiente de apoio sob as alterações climáticas e o desenvolvimento sustentável genuíno.

A delegação do Suriname foi chefiada pelo Embaixador Christopher Wilfred, da Embaixada do Suriname junto a União Europeia e composta pelo embaixador Nelson Reggy da França, a diplomata da Holanda, Sra Redan, o Adido Legal, Milton Castelen e o Presidente da Câmara de Comércio, Henk Naarendorp. O próximo encontro do CELAC será realizado em 2017.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar