Competitie van de Caribbean Partnership Facility 2018 é uma competição entre empresas que apresentam soluções para questões como Produtividade e inovação nas empresas do setor privado e melhoria do clima de negócios na região do Caribe. 

“Cinco propostas de projetos de empresas do Suriname chegaram ao final da competição” informou Kenneth Foe-A-Man, um correspondente do Suriname no Competitie van de Caribbean Partnership Facility 2018, onde 91 empresas participam da competição no Caribe.

Publicidade

No final de uma das categorias, oito finalistas de Belize, Dominica, Grenada, Jamaica e Suriname competirão entre si no dia 19 de janeiro e defenderão suas propostas de projeto em Barbados. Isso estará disponível das 10:00 às 18:00 horas no (Horário do Suriname). Após o resultado do dia 19, serão escolhidas as cinco melhores propostas de projetos que como prêmio receberão um financiamento para o desenvolvimento e elaboração e implementação da proposta de projeto.

“Produtividade e inovação nas empresas do setor privado” e “Melhoria no clima de negócios e inovação”.Na primeira categoria, dois grupos de empresas do Suriname participam das iniciativas: Produtos naturais de alto valor do Suriname, (apresentado por um conjunto de sete empresas) e Promoção e Melhoramento do Destino Turístico no Norte de Commewijne (um conjunto de mais de 15 empresas). Na outra categoria, três propostas do Suriname já foram avaliadas de forma positiva, a saber, “Roteiro para Melhorar os Indicadores de Negócios do Suriname”, resolva os estrangulamentos do clima empresarial e da inovação que propõe e implementa soluções nas áreas de pesca, avicultura e hotéis no Suriname.

Competitie van de Caribbean Partnership Facility foi criado para promover o crescimento econômico, fortalecendo o setor privado nos países do Caribe. O objetivo é envidar esforços para melhorar o crescimento econômico, aumentando a produtividade, promovendo a inovação e impulsionando produtos e serviços regionais de forma competitiva no mercado mundial proporcionando o aumento da produtividade, inovação, aumento das exportações, empregos, rendimentos cambiais e diversificação da economia. As cinco propostas de projetos vencedoras receberão um financiamento com teto máximo até US$ 400.000 através de um fundo criado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Ministério britânico para o Desenvolvimento Internacional e o Banco de Desenvolvimento do Caribe (CDB).

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar