O Suriname está estudando abolir os vistos de entrada no país até primeiro de maio para visitantes da Holanda, Bélgica, França e Estados Unidos e Canadá.

Segundo o ministro das Relações Exteriores, Negócios Internacionais e Cooperação Internacional, Albert Ramdin, o governo está formulando uma política para facilitar a vinda de viajantes estrangeiros ao Suriname.

Publicidade

“Isso significa que as pessoas desses países não precisam solicitar um visto”, afirmou Ramdin. “É claro que eles terão que parar no Zanderij (aeroporto internacional) para contribuir com a nossa economia, pagando uma taxa de entrada, que é aproximadamente igual aos custos de solicitação de visto”, explicou Ramdin.

Ramdin também reconheceu que a nova medida é unilateral e que os surinameses ainda não têm as mesmas facilidades para entrar nos cinco países. “O objetivo do governo é facilitar a entrada de viajantes estrangeiros para estimular o turismo”, disse Ramdin.

Comentar

Comentar