Foto: Reprodução

A estatal de petróleo do Suriname Staatsolie planeja realizar um leilão de blocos offshore de águas profundas no final de 2022 e outro para blocos de águas rasas em meados de 2023, disse o diretor-gerente da empresa à Reuters.

O país ainda não confirmou bilhões de barris de recursos estimados de petróleo e gás após descobertas de empresas europeias, asiáticas e americanas. “Especificamente, no final do ano haverá uma licitação para águas profundas… particularmente na parte leste do mar profundo”, disse Annand Jagesar em entrevista à Reuters, realizada na semana passada. “Em meados de 2023, faremos uma licitação para as águas rasas.”

Publicidade

Jagesar disse que o Suriname ainda aguarda uma decisão final de investimento da TotalEnergies em relação ao bloco offshore 58, onde a empresa francesa está explorando. Mas ele acrescentou que a TotalEnergies descobriu reservas de petróleo suficientes para fazer valer a pena a produção.

“A TotalEnergies nos disse que agora eles têm reservas suficientes”, disse ele. “Como você sabe, você só pode produzir se tiver reservas suficientes. Então, na verdade, essa é a coisa mais encorajadora que ouvimos.”

A TotalEnergies, que opera o bloco em uma parceria 50-50 com a APA Corp, anunciou em fevereiro uma “descoberta significativa” no poço Krabdagu-1 após descobertas em cinco outros poços no mesmo bloco.

Comentar

Comentar