Ministerie van Binnenlandse Zaken — Foto: Luiz Paulo
Publicidade

O Sindicato Geral do Pessoal do Interior (APB) divulgou nota de repúdio na última sexta-feira, dia 18, contra o titular do Ministério do Interior, Bronto Somohardjo. A categoria alega que não consegue agendar nenhuma reunião para discutir assuntos relacionados e de interesse da classe.

Ainda segundo o sindicato, o ministro teria vazado a um veículo de comunicação do Suriname informações referentes aos funcionários. “O sindicato entende que o ministro ofendeu gravemente os empregados, inclusive seus associados, com esse ato. O sindicato lamenta”, disse, em nota.

Publicidade

“Um ministro que está no cargo há mais de dois meses deve saber disso, visto que ele está cercado por conselheiros que conhecem o ministério por completo. É por isso que o sindicato questiona qual é o propósito da violação ‘consciente’ da privacidade dos servidores públicos e da divulgação de informações incorretas”, concluiu.

Comentar

Comentar