Chan Santokhi — Foto: Luiz Paulo

O presidente Chan Santokhi expressou preocupação com a nova legislação bancária nos Estados Unidos que, segundo ele, poderia ter um efeito muito negativo no sistema financeiro do país da Comunidade do Caribe (CARICOM) e da região em geral.

“São leis que têm a ver com o cumprimento de dispositivos legais e novas regras por parte dos bancos. Isso tem um impacto na região do Caribe e nos estados membros da CARICOM porque os bancos da CARICOM têm que trabalhar com bancos correspondentes”, disse.

Publicidade

“Estes são outros bancos estrangeiros, bancos intermediários, de que países como o Suriname precisam porque os bancos em seu país não podem transferir dinheiro diretamente”, disse Santokhi antes de sua partida para Barbados, onde participou de uma reunião.

O presidente Santokhi disse que a região do Caribe foi atingida por novas leis e regulamentos que os Estados Unidos adotaram para os bancos norte-americanos e que essas leis têm um efeito extraterritorial, no sentido de que afetam o território americano e além.

Santokhi explicou que os bancos correspondentes são em sua maioria bancos americanos, aos quais também se aplicam as novas regras. De acordo com o chefe de Estado, muitos bancos correspondentes decidiram deixar de cooperar com os bancos locais porque não conseguem cumprir os padrões que se aplicam nos EUA.

Comentar

Comentar