Foto: NurPhoto via Getty Images

Após a Rússia anunciar uma nova abertura de corredor humanitário para retirada de civis da Ucrânia nesta quarta-feira (9), as Forças Armadas ucranianas divulgaram um comunicado afirmando ser “difícil confiar no ocupante”.

A proposta russa é promover uma interrupção dos ataques às 9h no horário local (4h no horário de Brasília) desta quarta. Nesta terça-feira (8) o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que um cessar-fogo permitiu que cinco corredores humanitários fossem abertos para a retirada de civis. No entanto, uma autoridade ucraniana relatou o ataque em uma dessas áreas no momento da retirada.

Publicidade

Ainda nesta terça, novas sanções dos Estados Unidos contra a Rússia foram anunciadas. O presidente norte-americano, Joe Biden, proibiu as importações de petróleo e gás natural da Rússia.

Biden afirmou que a mais nova medida a impor custos à Rússia pela guerra foi tomada após consultar aliados, como países da União Europeia. O presidente disse entender que este movimento pode aumentar o preço dos combustíveis no mundo, incluindo nos Estados Unidos.

“Nós entendemos que a guerra de Putin está causando danos e elevando preços, mas isso não é desculpa para que as empresas explorem os consumidores americanos. Este não é o momento de obter lucro em cima da situação”, pontou Biden, acrescentando que as empresas que “estão saindo da Rússia estão dando exemplo para outras”.

Antes de o presidente norte-americano falar, o Reino Unido também anunciou novas medidas e decidiu encerrar até o final do ano a importação de petróleo russo. Os britânicos informaram que buscarão alternativas para o abastecimento e que as empresas devem se preparar para este período de transição para que os consumidores não sejam afetados.

Comentar

Comentar