Pelo menos 40 pessoas morreram nesta quarta-feira após a queda de um avião de carga que tinha decolado pouco antes no aeroporto internacional de Juba, no Sudão do Sul. A rádio Miraya, operada pela missão da ONU no Sudão do Sul, acrescentou em sua conta oficial de Twitter que segundo o diretor do aeroporto de Juba apenas três pessoas sobreviveram ao acidente.

Ainda não se sabe o número de pessoas que viajavam no avião, mas toda a tripulação era composta por cinco russos, segundo os primeiros dados divulgados pelo jornal National Courrier. A aeronave acidentada é um modelo cargueiro Antonov 12 que se dirigia da capital sul-sudanesa à cidade de Paloicho, também no Sudão do Sul. O avião caiu a 800 metros do aeroporto em uma zona com bastante vegetação, onde os serviços de emergência do Ministério da Saúde e voluntários de ONG trabalham para recuperar os corpos.

No Sudão do Sul ocorreram vários incidentes com aviões nos últimos dois anos, mas causados pelo conflito armado entre o governo de Salva Kiir e os rebeldes de Riak Machar. Em novembro de 2014, um avião de carga da Agência das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) caiu e duas pessoas morreram. O acidente aéreo de hoje ocorre depois que no sábado, um avião russo na península egípcia do Sinai com 224 pessoas a bordo, em um incidente cujas causas estão sendo investigadas.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Veja

Comentar

Comentar