O Ministério da Justiça e Polícia confirmou a informação por meio de um comunicado de imprensa na tarde de terça-feira, 25 de julho. 

De acordo com informações da polícia, os suspeitos foram presos no domingo (23) em diferentes endereços da capital Paramaribo.

Publicidade

Investigações preliminares revelaram que o alvo do grupo seria o embaixador americano em Paramaribo e que o serviço de inteligencia dos EUA já tinha informado as autoridades do Suriname sobre a suspeita de um ataque terrorista.

No comunicado de imprensa o Ministério da Justiça e Polícia esclarece: “Na sequência de informações do Serviço de Inteligência da Polícia, dois holandeses foram presos no domingo, 23 de julho, por suspeita de envolvimento em atividades que são contrárias aos atos enumerados no Código Penal relativos ao terrorismo. Entre os suspeitos, há pelo menos duas pessoas que são cidadãos holandeses. Até agora, também a partir de fatos e circunstâncias e pesquisas ainda não há nenhuma evidência de que os suspeitos representem uma ameaça para qualquer missão ou embaixada estabelecida neste país. O Ministério da Justiça e Polícia, portanto, apela para cada cidadão para que se abstenham de qualquer especulação que possa causar distúrbios desnecessários em nossa sociedade . O Ministério da Justiça e Polícia estará fornecendo mais detalhes de acordo com as investigações”, informou a JUSPOL através do comunicado de imprensa.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar