— Foto: KPS

Mesmo após o governo determinar o “toque de recolher” para evitar a proliferação da Covid-19 no Suriname, neste domingo, dia 29, a polícia encontrou pessoas nas ruas desrespeitando o decreto presidencial. Quando acionadas, segundo as autoridades de segurança, vários cidadãos ainda tentaram se recusar a retornar às suas casas.

Quando anunciou o decreto, o presidente Desiré Delano Bouterse chegou a falar sobre a necessidade de reforçar a medida, com ações punitivas, para quem não respeitar a decisão. O toque de recolher no Suriname acontece diariamente entre 20h e 6h, com acesso liberado apenas para casos emergenciais.

Foto: KPS

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar