Polícia Colombiana

Foi preso outro piloto que realizou voos com drogas em território surinamês entre março de 2017 e abril de 2018. Em Bogotá, Colômbia, Diego Mauricio Blanco foi detido na terça-feira (17) em uma rua no norte da capital.

“Ele é acusado de transportar drogas de uma temida máfia brasileira conhecida como ‘Clã Rocha’. As autoridades tinham Blanco na mira no momento em que ele desembarcou na Colômbia para passar alguns dias com sua família longe do crime”, disse a polícia.

Publicidade

“No momento de sua prisão, ele estava com sua família e vivendo uma vida tranquila tentando não chamar a atenção”, disse um dos policiais do caso. O homem capturado é colombiano e seus passos foram seguidos de perto por investigadores do país.

De acordo com a Agência de Controle de Drogas dos Estados Unidos DEA, Blanco é “responsável pela logística onde eles tinham oficinas de pintura, confecção de adesivos e corte e clonagem de aviões existentes, para transportar as drogas”.

O suspeito teria cometido seus crimes entre março de 2017 e abril de 2018. Durante esse período, ele fez 23 voos, cada um transportando 400 quilos de cocaína. As drogas foram enviadas para Honduras e Suriname e outros estados do Brasil.

Comentar

Comentar