Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um piloto de avião, de 63 anos, foi preso suspeito de atuar no tráfico internacional de drogas em Goiânia. Segundo a Polícia Militar, ele é apontado pela Polícia Federal como integrante de uma organização criminosa composta por empresários de Goiás, do Pará, do Maranhão e por políticos do Suriname que teriam movimentado, em apenas quatro meses, cerca de US$ 500 mil.

Até a última atualização, a reportagem não havia obtido contato com a defesa do detido para que se posicione, bem como não teve acesso aos nomes dos empresários e políticos suspeitos de integrarem uma organização criminosa para pedir um posicionamento.

Publicidade

O mandado de prisão definitiva aconteceu na noite de domingo (15) após o compartilhamento de informações entre policiais do 41º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e investigadores da Polícia Federal. De acordo com informações da PM, o homem, que é apontado pela PF como integrante de uma organização criminosa, foi condenado a 8 anos de prisão em regime fechado.

A reportagem ainda tentou contato com a Polícia Federal, por telefone por volta das 13h30 desta segunda-feira (16), para saber mais informações sobre a investigação, e aguarda resposta. Após ser preso, ele foi encaminhado para a Central de Triagem do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e ficará à disposição da Justiça do Pará.

Comentar

Comentar