Foto: PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (30) a operação Open Border para desarticular uma organização criminosa suspeita de ser especializada na promoção de migração ilegal no Brasil.

São cumpridos nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal criminal da Secão Judiciária de Roraima, sendo dois na cidade de Bonfim, fronteira com a Guiana, e sete em Boa Vista.

Publicidade

A investigação foi iniciada com a prisão em flagrante de dois suspeitos quando eles entravam ilegalmente o território nacional com 21 estrangeiros em uma van, em troca de vantagens econômicas.

O grupo criminoso é suspeito de atuar na fronteira do Brasil com Guiana e teria realizado a travessia de centenas de migrantes com a cobrança de elevados valores, em dólar. A suspeita da PF é que as ações ocorriam na madrugada, e contavam com a participação de barqueiros que fariam a travessia do rio que divide os países.

Após cruzarem a fronteira, os migrantes permaneceriam na mata até serem abordados pelos agentes responsáveis diretamente pela travessia. O grupo, segundo a PF, contaria com uma estrutura que envolveria motoristas, caseiros, olheiros e barqueiros, que garantiriam a chegada das vítimas até Manaus.

Comentar

Comentar