A estatal de petróleo do Suriname Staatsolie disse na quarta-feira, dia 13, que assinou um contrato de partilha de produção de 30 anos com a produtora norte-americana Chevron Corp (CVX.N) para o Bloco 5 offshore do país sul-americano.

A Chevron Exploration Suriname Ltd e um consórcio da TotalEnergies e da Qatar Petroleum (QATPE.UL) em junho apresentaram propostas favoráveis para a exploração em águas rasas nos Blocos 5, 6 e 8 em um leilão da Staatsolie após uma série de descobertas de petróleo. O Contrato de Partilha de Produção (PSC) concede direitos de exploração, desenvolvimento e produção à Chevron Exploration Suriname. A Staatsolie pode optar por uma participação de 40% do projeto durante a fase de desenvolvimento.

Publicidade

“A Staatsolie está entusiasmada por ter sido capaz de adicionar outro jogador importante na indústria do petróleo à sua lista de operadoras. Essas partes têm recursos e sistemas para maximizar a oportunidade de desenvolvimento”, disse a empresa em um comunicado. A Chevron, que concordou em pagar um bônus de assinatura de US $ 30,88 milhões, deve cobrir os custos de exploração do bloco em uma primeira fase que durará seis anos, disse Staatsolie.

“(Esta é) uma boa sorte para um país que está passando por um momento muito difícil”, disse o diretor administrativo da Staatsolie, Annand Jagesar, em uma entrevista a uma estação de rádio local. A área de águas rasas do Suriname cobre 120 quilômetros da costa, a uma profundidade de até 100 metros. O Bloco 5, localizado na região oeste, cobre 2.235 quilômetros quadrados.

Comentar

Comentar