A Comissão Fulbright Brasil, em parceria com o Bureau de Assuntos Educacionais e Culturais (ECA) do Departamento de Estado dos EUA e com o Instituto de Educação Internacional (IIE), lançou chamada pública do Programa Fulbright Amazônia, que objetiva a criação de rede multidisciplinar de profissionais envolvidos em pesquisas aplicadas sobre a Amazônia. Podem candidatar-se pesquisadores(as) situados(as) no Brasil, na Bolívia, na Colômbia, no Equador, na Guiana, no Peru, no Suriname, na Venezuela ou nos Estados Unidos da América (EUA).

A chamada é liderada pelos professores Valério Gomes, da Universidade Federal do Pará (UFPA), e Jeffrey Hoelle, da Universidade da Califórnia, nos EUA. Serão selecionados(as) até 16 pesquisadores(as), sendo quatro bolsas para brasileiros, que vão desenvolver ações de mobilidade acadêmica, com duração de seis semanas a três meses, bem como participar de seminários e de produções acadêmicas conjuntas. Os(As) pesquisadores(as) receberão um benefício de USD 40.000,00 (quarenta mil dólares americanos) para cobrir as despesas das viagens para as plenárias presenciais e realização de pesquisa.

A iniciativa envolve as seguintes áreas: a) adaptação e mitigação às mudanças climáticas; b) fortalecimento da segurança humana e da saúde ambiental e c) bioeconomia e desenvolvimento sustentável. As atividades serão desenvolvidas entre junho de 2023 e dezembro de 2024.

Pesquisadores(as) dos países da Pan-Amazônia e dos Estados Unidos podem candidatar-se até 20 de dezembro de 2022. Os critérios de elegibilidade e orientações para inscrição estão disponíveis na seguinte página: fulbrightscholars.org/amazonia. Interessados(as) podem esclarecer dúvidas pelos endereços amazonia@fulbright.org.br e amazonia@iie.org. Os(As) interessados(as) podem assistir à gravação de um evento organizado para tirar dúvidas de candidatos(as) brasileiros(as), disponível no canal YouTube da Fulbright Brasil.

O Programa de Intercâmbio Educacional e Cultural do Governo EUA foi criado em 1946 por intermédio de lei do Senador J. William Fulbright. Em 1957, a iniciativa chegou ao Brasil. Ao longo das últimas décadas, receberam bolsas do programa mais de 4.900 brasileiros e 3.400 cidadãos dos EUA, entre estudantes de pós-graduação, assistentes de idiomas, professores e pesquisadores. Atualmente, a Comissão Fulbright Brasil tem o status de organização internacional vinculada aos governos dos dois países. Embora o orçamento principal advenha do Departamento de Estado, a contribuição da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) alcança cerca de 40% do montante total das atuais atividades.

Serviço:

Chamada do Programa Fulbright Amazônia

Inscrições até 20 de dezembro de 2022

Acesse o sistema de inscrição aqui.

Mais informações: https://fulbrightscholars.org/amazonia

Comentar

Comentar