Polícia marítima investiga o caso.

Pescadores em Branti Makka, na região de Weg naar Zee, encontraram restos de um corpo humano, no último dia 1º de outubro. Depois disso, os policiais de Kwatta foram comunicados e estiveram no local. Um inquérito foi aberto e está sendo investigado pelas autoridades.

A polícia ainda não tem pistas da identidade do corpo e, tampouco, as circunstâncias em que a morte teria acontecido. Nenhum registro de desaparecimento foi atribuído a uma possível vítima, o que dificulta ainda mais as investigações, que foram repassadas à polícia marítima.