Na quarta-feira, 4 de  março,  Danny D., de 28 anos de idade, esteve no tribunal de justiça para responder pela acusação de estupro contra sua irmã de criação de quatorze anos de idade.

A justiça acusa Danny de ter abusado várias vezes da menor de idade. No entanto, o acusado nega ter feito isso. Na audiência de quarta-feira, 4 de março, a vítima disse no tribunal que o acusado a estuprava desde os seus 11 anos de idade. Por duas vezes os abusos aconteceram quando os seus pais adotivos estavam em casa, e as outras duas vezes o acusado e a menina estavam sozinhos em casa.

Durante o ato, o agressor cobria a boca da vítima com um pano para evitar que seus gritos fossem ouvidos. Em uma das vezes o rapaz foi pego pela mãe adotiva quando saia do quarto da menina. A irmã de criação disse no tribunal que seu irmão adotivo é usuário de álcool e duas vezes que ele abusou dela, o acusado estava embriagado.

Para a polícia, o acusado confessou que estava embriagado, mas diante do juiz  negou o fato. Danny também alegou no tribunal que não morava no mesmo endereço que a garota.

Haverá uma segunda audiência sobre este caso no dia 6 de maio deste ano.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar