Na celebração de “Marrondag” na segunda-feira, 10 outubro, o Partido Nacional do Suriname (NPS) reafirma seu compromisso com a igualdade para todos os cidadãos deste país.

De acordo com a liderança do NPS, esta igualdade não deve expressar uma mera aceitação de etnia e cultura, mas na verdade está relacionado com o desenvolvimento e avanço de todos os surinameses.

Publicidade
O partido NPS recorda que, em diferentes períodos em que estava no governo, garantiu que a educação fosse levada para o interior do país onde grandes grupos da população Maroon residem. Considera-se também que um homem não pode se desenvolver de forma ideal, se não houver cuidados de saúde adequados, no qual o partido NPS tem desempenhado um papel importante através da construção de clínicas em áreas remotas.
Quando o ano de 2016 indica que a comunidade quilombola continua a lutar pelo reconhecimento dos seus direitos à terra, o partido NPS se sente compelido a chamar a atenção do governo para a forma como a comunidade quilombola no Suriname tem sido privada de seus direitos á saúde e a educação.
Instalações médicas no interior são pobres e há concessões aleatórios concedidas aos amigos políticos sem levar em conta os direitos dos Maroons em áreas residenciais dos quilombolas.
“Também precisam ser mais aprofundadas a expansão e diversificação de oportunidades de educação e formação, bem como o desenvolvimento do empreendedorismo através das fundações de reforço no interior. Isto exige liderança política e um governo responsável que é o que agora infelizmente falta”, afirmou o presidente do NPS, Gregory Rúsland.
Neste dia o NPS deseja a todos os irmãos marrons felicitações pelos êxitos já alcançados e apoia a justa luta da comunidade quilombola por melhores condições de vida e oportunidades de desenvolvimento.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar