Três australianos tiveram de passar a noite em acampamento militar curdo para poderem sair da zona de guerra no dia seguinte.

Os participantes da terceira temporada do reality show australiano ‘Go back to where you came from’ (volte para o lugar de onde você veio, em tradução livre) passaram por momentos de apreensão durante uma viagem à Síria. Três membros do grupo deveriam sair do país, destruída por uma guerra de quatro anos, sob a proteção do Exército peshmergas (tropas curdas que lutam contra jihadistas), e entrar no Iraque para conhecer a rotina da região. Porém, a equipe que os acompanhava errou a rota e os participantes acabaram ficando expostos aos extremistas do Estado Islâmico (EI).

Publicidade

“Quando cruzamos a fronteira do Iraque para a Síria, eu achei iríamos para um campo de refugiados perto da fronteira, conhecer algumas famílias. Mas uma vez que cruzamos a fronteira, dirigimos por quatro horas e me dei conta que estávamos no meio de uma zona de guerra”, disse a participante Nicole Judge, de 25 anos. Os participantes do reality show disseram que obedeceram rigorosamente às ordens dos peshmergas e precisaram usar táticas de batalhas para sobreviver. Depois que eles passaram a noite em um acampamento militar, foram transportados para uma área mais segura.

A ideia do programa é dar uma visão diferente a seis australianos que têm posições intransigentes sobre a questão da imigração ilegal e dos pedidos de asilo. A produção do reality os leva para locais de onde a maior parte dos refugiados vem para que eles entendam os motivos que levam as pessoas a abandonarem tudo para fugir de seus países. Eles conhecem como são feitas as travessias pelo mar, os campos de refugiados e visitam algumas zonas de guerras. O programa irá ao ar entre os dias 28 e 30 de julho pela emissora australiana SBS.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Veja

Comentar

Comentar