Foto: Reprodução Família
Publicidade

A paraense Natália Gonçalves Soares, de 37 anos, que morreu no Suriname na última semana, foi enterrada em Paramaribo. Sem condições para trasladar o corpo e sem apoio financeiro, a família afirma que não teve escolha. A informação foi confirmada ao LPM News nesta quarta-feira, dia 11.

Segundo a irmã da vítima, Cristiane Soares, a família agora tenta juntar dinheiro para conseguir comprar uma passagem para trazer a filha de Natália para Belém. “Tivemos informações de que ela (a criança) estaria na casa da irmã do namorado da Natália”, completou Cristiane à reportagem.

Publicidade

Sobre o laudo da causa da morte de Natália, Cristiane afirmou que ainda não saiu o resultado. A família aguarda posicionamento do centro de perícia científica do país. A vítima residia no Suriname há 20 anos. Ela faleceu em sua casa. “Estamos no aguardo ainda desse laudo”, finalizou.

Comentar

Comentar