Publicidade

A primeira-dama Mellisa Santokhi-Seenacherry recebeu a primeira dose da AstraZeneca na última quarta-feira, dia 24, no Hospital Regional de Wanica (RZW). A imunização da esposa do presidente, segundo o governo, é para incentivar a população a aderir o plano nacional contra a Covid-19 e dissipar as dúvidas acerca da eficácia da vacina.

“Como primeira-dama, estou aqui para eliminar as dúvidas que ainda existem na sociedade. Estamos confiantes de que há informações suficientes sobre a vacina”, disse Mellisa logo após ser vacinada. De acordo com o governo, o presidente Chan Santokhi seria imunizado, mas, como teve recentemente a doença, ainda possui anticorpos.

Publicidade

“Com a vacinação, estamos aliviados e certos que estamos caminhando para a recuperação e normalização. Por isso, hoje estou aqui para lhe oferecer apoio. Esta é a minha forma de encorajar todos. Vamos fazer isso junto”, completou a primeira-dama. O diretor da RZW, Jason van Genderen, combateu as mensagens que circulam acerca da não eficácia do imunizante.

“A vacinação da primeira-dama indica que ninguém precisa temer a vacina. A primeira-dama Santokhi-Seenacherry pede à sociedade que seja vacinada. Desta forma, garantiremos que o Suriname possa ser livre da Covid-19 de uma forma mais rápida e que nossas vidas retornem ao passado”, finalizou Jason van Genderen, em coletiva.

 

Comentar

Comentar