Foto: reprodução
Publicidade

Um terremoto de magnitude 5,7 atingiu o oeste do Peru na noite do último sábado (9). O fenômeno foi registrado próximo à fronteira peruana com o Brasil e com a Bolívia. Moradores de Acre e Rondônia relataram terem sentido o tremor. Até o momento, não há registro de danos a construções.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que monitora atividade sísmica no mundo inteiro, informa que esse tremor teve epicentro a 13,5 km de profundidade. Trata-se de uma distância da superfície considerada muito pequena, suficiente para amplificar os impactos do abalo.

Publicidade

Porém, como o epicentro está em uma área predominantemente de densa mata, na região da reserva de Madre de Diós e perto do Alto Purus, é improvável que maiores estragos tenham sido registrados. Há exatamente uma semana, outro terremoto foi sentido na fronteira entre o Brasil e o Peru. Porém, a profundidade do epicentro era muito maior, o que minimizou e muito os possíveis impactos.

Localizado no Círculo de Fogo do Pacífico, região global de alta atividade sísmica gerada pelo encontro de placas tectônicas, o Peru está habituado a tremores. No entanto, o terremoto registrado nesta noite de sábado teve o epicentro no oeste do país, na região amazônica. Isso é relativamente longe da área onde eles costumam ocorrer, ou seja, mais perto do oceano.

Comentar

Comentar